Mais de 90 mil crianças continuam a beneficiar da alimentação escolar durante a pandemia

IMG_3287

Esta semana, o programa de Alimentação Escolar da Planet Aid “Comida Para o Saber”, iniciou o processo de distribuição de rações de alimentos para levar para casa a 92.278 estudantes nos distritos de Manhiça Magude, Matutuíne e Moamba na Província de Maputo. O projecto Food for Knowledge é uma iniciativa abrangente de alimentação escolar, nutrição e educação financiada pelo Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) como parte do Programa Internacional McGovern-Dole Food for Education e Child Nutrition.

O projecto, implementado pela ADPP em parceria com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH) e Planet Aid, espera que o processo de distribuição demore pouco mais de um mês.

Com a emergência da pandemia de Covid-19 e o encerramento temporário das aulas presenciais no início de 2020, o fornecimento de refeições escolares a 271 escolas beneficiárias foi suspenso, deixando mais de 90.000 alunos sem esta ração diária. Esta iniciativa está a trabalhar com os pais e encarregados de educação para fornecer essas rações enquanto as escolas permanecem fechadas.

Falando numa cerimónia de lançamento da campanha, que teve lugar na Escola Primária e Completa de Barrica, no distrito de Manhiça, na terça-feira, Deolinda Cossa, Directora Provincial de Educação, disse que as iniciativas de alimentação escolar são especialmente importantes porque, para além de fornecerem uma base nutricional aos alunos, ajudam a garantir a sua retenção na escola.

Estamos honrados por termos esta iniciativa de distribuição de ração seca, particularmente porque ajuda as crianças a permanecerem ligadas à escola, apesar de terem de estudar em casa agora, disse Cossa.

De acordo com Isaías Wate, Director do Projecto, 93.015 pacotes de 6,3 quilos de soja fornecidos pela USDA serão distribuídos aos estudantes de 271 escolas nos distritos de Manhiça, Magude, Matutuíne e Moamba nas próximas semanas.

Encarregados de Educação mostraram-se bastante motivados com a iniciativa da ADPP, pois, alguns, enfrentam dificuldade para alimentar os seus educandos.

Madalena Jorge é uma das encarregadas que devido à pandemia enfrenta dificuldades para garantir as 3 refeições diárias para os seus educandos. Segundo conta, uma vez que as crianças se encontram em casa devido a pandemia da Covid-19 não tendo acesso ao lanche escolar que de certa forma reduzia as suas despesas com a alimentação, está numa situação bastante difícil.

As crianças estão a sofrer. Com as escolas fechadas, a situação tornou-se mais complicada para os encarregados. A comida que hoje recebemos chegou em boa hora e vai nos ajudar muito. As crianças ficarão muito felizes, pelo que agradecemos muito [ao projecto], disse Magdalena.

Almeida Zacarias, representante da USDA, explicou que esta iniciativa responde ao pedido do projecto de que os alimentos armazenados não se deteriorem nos armazéns, ao que a USDA respondeu positivamente, assegurando assim a continuidade da distribuição de refeições escolares enquanto as aulas não estão em sessão.

Para além da distribuição de alimentos, o projecto Food for Knowledge também abordou o encerramento de escolas, transmitindo aulas diárias via rádio e televisão, incluindo matérias em Xichangana e Rhonga para alunos do 1º ao 3º ano, e em português para alunos do 3º ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email