Clubes de Produtores de Tete

O projecto Clube de Produtores visa responder às pressões das mudanças climáticas nas vidas das comunidades em três distritos-alvo da Província de Tete. O projecto é implementado em cooperação com a IUCN, a União Internacional para a Conservação da Natureza e as autoridades locais desde agosto de 2016. A estrutura organizacional do projecto foi estabelecida e 40 Clubes de Produtores foram criados e estão em funcionamento.

 

OO Programa trabalha com 2,000 famílias nos distritos de Marara, Cahora Bassa e Mágoè e o seu objectivo principal é promover a sinergia entre os recursos da natureza e a forma como se pratica agricultura e pesca, no intuito de aumentar a produção e a renda dos agricultores. O programa concentra-se na introdução de práticas de gestão de água e paisagem resilientes ao clima que criem um crescimento económico sustentável nas comunidades, com parceiros privados e instituições públicas envolvidas. Para tal, foca-se em: 1) melhorar a gestão dos recursos hídricos e a segurança hídrica; 2) melhorar a gestão dos recursos da terra e melhorar a resiliência às mudanças climáticas entre as famílias e comunidades de agricultores; 3) promover novos investimentos e parcerias comerciais na gestão de ecossistemas e recursos hídricos; 4) contribuir para o diálogo político, a formulação de políticas e a partilha de aprendizagem e experiência para promover o crescimento verde no corredor do Vale do Zambeze.

 

O projecto já alcançou muito em termos de mudança de comportamento através do treinamento das comunidades sobre como ser auto-suficiente e ter maior responsabilidade na conservação da natureza. Os produtos florestais não-madeireiros (cadeias de valor identificadas de produtos de mel e baobá) também estão a ser vendidos através do parceiro de projecto MICAIA. Também os planos de reflorestamento estão em curso para influenciar a mudança de comportamento dentro das comunidades, juntamente com os líderes locais e em torno das escolas. As comunidades protegem-se agora contra o corte desnecessário de árvores e trabalham para reduzir ou produzir carvão de maneira sustentável. O projecto envolveu comités de recursos naturais e comités consultivos nas comunidades para trabalhar com o projecto na preservação de florestas naturais através do programa governamental de “um líder, uma floresta”. Os clubes de pesca organizados receberam barcos com materiais de pesca completos depois de contribuir com fundos para pagar os barcos de pesca e o restante será pago à medida que os grupos continuarem a pescar. Os fundos colectados pelos grupos de poupança serão usados para comprar mais barcos para outros grupos no futuro.

Producers-01

2,000

Produtores (agricultores e pescadores)
Producers-02

7,200

beneficiários dos quais 5,000 são mulheres
Producers-09

20

Clubes de poupança estabelecidos
Producers-03

10

Clubes registados como Associações
Producers-05

3

Barcos distribuídos pelos clubes de pescadores
Producers-06

57,931

Árvores plantadas
Producers-07

45

Cabeças de gado caprino e bovino distribuídas nos clubes
Producers-08

5,954kg

de mel produzidos e comercializados
Producers-04

7 Ton.

de pescado comercializado

Relacionados

Comunicado da ADPP sobre o Covid-19

Comunicado da ADPP sobre o Covid-19 O COVID 19 é uma pandemia mundial como nunca vista antes, que está neste momento a afectar a maioria dos países do mundo. O virus ameaça a nossa vida e segurança, principalmente em países subdesenvolvidos, onde a maioria da população já é vulnerável em vários aspectos cruciais para a [...]

Alimentação escolar dá vida a comunidade “Filipe Samuel Magaia”

Alimentação escolar dá vida a comunidade “Filipe Samuel Magaia” Filipe Samuel Magaia é uma pequena povoação no interior do distrito da Manhiça, a 120 km da cidade de Maputo.   Desde 2012, é beneficiária do projecto de Alimentação Escolar “Comida para o saber” implementada pela ADPP Moçambique e Planet Aid em parceria com o Ministério [...]

Projecto da ADPP distribui mais de 75 milhões de refeições escolares

Projecto da ADPP distribui mais de 75 milhões de refeições escolares A melhoria dos resultados da aprendizagem escolar é o objectivo central deste projecto, denominado “Comida para o Saber” e que fornece uma refeição escolar diária a estas crianças, além de benefícios educacionais.   Dados do projecto, apontam que deste o seu início houve um [...]